Selo Ruído, você sabe o que é?

Versão anterior do selo.

Versão anterior do selo.

A partir de 20 de fevereiro de 2014 alguns eletrodomésticos virão com um selo que visa classificar barulho emitido por eletrodomésticos, o Selo Ruído.

Você compraria um eletrodoméstico pelo ruído que ele gera?

O ruído é algo interessante, não queremos ouvi-lo, mas se o eliminarmos descobriremos outros ruídos que não ouvíamos antes e que podem incomodar muito.

Outro dia um amigo comentou que colocou janelas acústicas em seu apartamento para se proteger do ruído da rua. Foi quando ele descobriu que tinha liquidificador, o toc-toc do salto da esposa, entre outros ruídos dentro do próprio apartamento.

A palavra de ordem do momento é o silêncio.

O consumidor está mais atento às construções com melhor desempenho acústico, reclama por apartamentos mais silenciosos. Será que ele também se preocupa com o nível de ruído na hora que vai comprar um liquidificador, por exemplo?

Esse problema não é de hoje, tanto que o CONAMA (CONSELHO NACIONAL DO MEIO AMBIENTE) editou uma resolução em 1994, a Resolução nº 20, que institui o Selo Ruído, em consonância com os objetivos do Programa SILÊNCIO do IBAMA, Programa Nacional de Educação e Controle da Poluição Sonora, de 1990.

Art. 1º Instituir o Selo Ruído, como forma de indicação do nível de potência sonora, medido em decibel – dB(A), de uso obrigatório a partir desta Resolução para aparelhos eletrodomésticos, que venham a ser produzidos, importados e que gerem ruído no seu funcionamento.

A implantação desse Selo já vem ocorrendo lentamente, existem aspiradores de pó que têm o selo há mais de 3 anos. O objetivo do Selo Ruído é “dar ao consumidor informações sobre o ruído emitido por eletrodomésticos, possibilitando ao mesmo fazer a escolha do produto mais silencioso, bem como incentivar a fabricação de produtos com menor nível de ruído.”

Nível de Potência Sonora

Selo ruido 2013

Versão atual do Selo Ruído.

Até então o Selo informava o nível de potência sonora do eletrodoméstico em dB(A). É uma informação muito útil para quem trabalha com acústica, mas, para o público em geral, acredito que não diz muito, pois é uma unidade não muito “palpável”.

A versão atual do Selo, além de informar o Nível de Potência Sonora do produto apresenta um gráfico de cores e uma escala de 1 a 5, que representa do mais silencioso ao menos silencioso, mais ou menos como é a classificação no Selo PROCEL para consumo de energia elétrica nos eletrodomésticos. Acredito ser essa uma grande evolução para popularizar o selo e incentivar o consumo de produtos mais silenciosos.

Inicialmente serão três os eletrodomésticos que deverão ter o Selo Ruído:

O Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (INMETRO) publicou no Diário Oficial da União (DOU), a Portaria nº 3882013, que inclui a classificação de potência sonora no Selo Ruído para três dos eletrodomésticos que emitem mais ruídos: liquidificadores, aspiradores de pó e secadores de cabelo.

Saiba mais na matéria publicada pela CBN.

E afinal, você compraria um produto por ser mais silencioso que outro?

por Vitor Litwinczik